Destaques

segunda-feira, março 09, 2009

Jogou a toalha

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Leio agora pela manhã que o São Paulo foi derrotado por 2 a 0 pelo Mogi Mirim, time que, até outro dia, segurava a lanterna do Campeonato Paulista. Os dois gols foram de um tal Marcelo Régis e a maioria das reportagens diz que o clube paulistano jogou de forma totalmente apática (aliás, com André Lima e Dagoberto no ataque, não espanta que não tenha feito um gol sequer). Depois de perder o clássico para o Santos com o time titular, Muricy Ramalho perdeu o pudor no estadual. Ontem, jogaram garotos da divisão de base como Henrique e Wellington. Tudo bem que Libertadores é prioridade, mas é bom lembrar que, em 2005, foi a conquista do Paulistão que embalou o time rumo aos títulos continental e mundial. Nos anos seguintes, com Muricy, o estadual foi menosprezado. E o São Paulo não venceu outra Libertadores.

11 comentários:

Anselmo disse...

teve um time da capital que comemorou o empate com o time reserva do são paulo. agora o lanterna ganhou... curioso.

Glauco disse...

Não entendi porque o São Paulo jogou a toalha. Se jogaram garotos da divisão de base (que entraram no segundo tempo), jogaram também Ceni, Rodrigo, Miranda, Dagoberto, Zé Luis...

Sartorato disse...

O São Paulo vai aos poucos ganhando o posto que já foi do Corinthians, de time/torcida mais antipático do futebol paulista, por essas e outras. Menosprezar campeonato, qualquer campeonato (até a Taça Maria Quitéria), só porque não está indo bem na competição é puro antijogo. A torcida pode até dizer que não vale nada, mas daí ao presidente do clube começar a encrencar com a FPF e o técnico colocar qualquer um em campo pra jogar já é pura soberba...

Fernando Augusto disse...

Como são paulino fiquei puto com o Muricy ontem, por não ter colocado, pelo menos no banco, nem Washington e nem Borges. O Andre Lima parece aquele muleque na escola que o pessoal fala assim: "esse não precisa marcar".

Deem uma passada lá no meu blog. Estamos falando de futebol também...Abraço

Glauco disse...

O Washington estava suspenso...

Luis Henrique disse...

Pode até ser a decisão errada, mas antes mesmo da estréia - o próprio planejamento, com apresentação atrasada em relação aos demais times - já estava tomada. Então não dá pra falar que o motivo é a má campanha, até porque se classificam quatro, estar em terceiro não me parece tã ruim assim. E a encrenca com a FPF... Bom, a respeito disso o STJD, apesar da rídicula punição aplicada, já se pronunciou.
Dito isso, é difícil afirmar com certeza se é uma decisão errada, acho que só o tempo dirá; afinal, não é porque ganhou em 2005 (que era de pontos corridos)que levou a Libertadores também; e a preparação para o Mundial se deu em meio ao abandono do Brasileirão, especialmente quando não corria mais risco de rebaixamento.

Thalita em Londres disse...

derrota parao (ex-)lanterna do campeonato é uma vergonha mesmo com time misto. Daí a dizer que é abandono de campeonato, que o clube só quer saber da libertadores, que é soberba, vai um chão, pelas seguintes razões:

1 - o São Paulo jogou na quinta pela Libertadores fora de casa. Quinta, não quarta. Aí botar todo o time titular em campo no domingo, só se fosse jogo eliminatório
2 - não adianta tentar, que o São Paulo não vai chegar no Palmeiras. Colocar como objetivo classificar para as finais, e só, é crime agora?
3 - o Palmeiras jogou 200 vezes com time misto no Paulista. Só que ganhou. Aí pode? Aí não é soberba? Só é soberba quando perde?
4 - Encrenca com a FPF o São Paulo arruma já faz um bom tempo. Dizer que tem alguma coisa a ver como desempenho do time nesse campeonato é errado

Tudo, absolutamente tudo o que o São Paulo faz, o que os jogadores dizem, até as derrotas, são interpretadas sob a luz da suposta arrogância sãopaulina. Será que não existe outra motivação no clube que não a de se achar superior aos outros? Não se pode tomar decisões que se provam erradas sem que seja só isso, um erro?

Marcão disse...

Respeitando as razões dos comentários de todo mundo, só quis trazer para o debate o fato de que, em 2005, o São Paulo disputou e conquistou o Paulistão com seriedade, o que, na minha opinião embalou o time na Libertadores. Entre 2006 e agora, não deu mais importância para o estadual. E não venceu mais nenhum torneio continental. Será que há relação?

Thalita em Londres disse...

como se ganhar a Libertadores fosse fácil... Como se na Libertadores não tivesse adversário...

E que afirmação é essa de que o São Paulo não se dedicou mais ao Estadual? Só pq não ganhou mais nenhum não significa que não tenha tentado. Isso me parece generalizar papo de torcedor como se fosse um procedimento do clube.

Sartorato disse...

"Será que não existe outra motivação no clube que não a de se achar superior aos outros?"

Não.

;)

Luis Henrique disse...

Não só disputou pra valer como foi vice em 2006 (e da Libertadores tb) e semifinalista nos dois últimos anos; as derrotas, uma vexatória para o São Caetano e a outra em um clássico, foram sempre com as equipes consideradas ideais à época. As eliminações na Libertadores ocorreram sempre após o fim do Paulista; mas, aí o que eu acho que pode ter feito alguma diferença, na primeira fase da Libertadores, em meio ao Paulista, não fez uma boa campanha. E os três times brasileiros que eliminaram o São Paulo decidiram em casa no confronto.