Destaques

quinta-feira, março 12, 2009

Corinthians vence São Caetano pela primeira vez num Paulistão. Ronaldo marca o da virada

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

O Corinthians venceu o São Caetano por 2 a 1, nesta quarta-feira no Pacaembu. Cerca de 32 mil pessoas foram ver o primeiro jogo de Ronaldo no estádio que é considerado a casa do Corinthians e o atacante não decepcionou: deixou o seu e garantiu a vitória de virada do Timão sobre sua asa negra, a primeira válida por um campeonato Paulista. O outro tento alvinegro foi um golaço de André Santos de fora da área, lembrando que o Corinthians tem outras armas além do Fenômeno.

O jogo começou aberto, com o Corinthians tentando fazer valer o mando de campo e o São Caetano, a alcunha de asa negra. O Azulão abriu o placar aos 21 minutos, em saída esquisita de Felipe do gol. O goleiro já é alvo de críticas pesadas da torcida – ou pelo menos de blogueiros corintianos, como o nosso parceiro Ricardo do Retrospecto Corintiano, que disse que André Santos e Ronaldo ipediram "que o time perdesse mais pontos por causa do entreguismo do goleiro demo-tucano que habita a meta corintiana".

Pouco depois, aos 35 min, André Santos diminuiu num belo chute de fora da área. O lateral parece estar deixando a máscara que vestiu no começo desse ano um pouco de lado e está jogando bem novamente.

No segundo tempo, Mano Menezes tirou Boquita (que jogava no lugar de Morais, contundido) e colocou Dentinho, deixando o time com três atacantes. A mudança prendeu mais o São Caetano em sua defesa e o Corinthians começou a pressionar. Logo aos 5 minutos, Dentinho cruzou na área, Jorge Henrique deixou passar e Ronaldo, de primeira, colocou no canto do goleiro Luiz.

O time

O Corinthians está ganhando mais cara de time a cada jogo. André Santos está voltando a se apresentar bem e Fabinho está melhorando em sua improvisada função de lateral-direito. Duas peças ainda não se acertaram muito bem. Douglas melhorou, chamou mais o jogo, mas ainda está meio fora de foco.

O outro problema é Jorge Henrique, muito improdutivo. Cisca, cisca, e cai pra tentar arranjar uma falta. Deveria perder a posição para Dentinho, que tem mais estilo de atacante e ajuda a desequilibrar uma defesa com seus dribles. Será interessante vê-lo mais tempo ao lado de Ronaldo. A inteligência do centroavante pode fazer bem ao garoto e ao time, com tabelas inteligentes no ataque.

Uma terceira opção é jogar com três atacantes, esquema que tem rendido bem no segundo-tempo – e, em geral, saindo atrás no placar. Jorge Henrique e Dentinho trocam bastante de posição e confundem a defesa. A movimentação dos dois e de Ronaldo dá mais opções para os bons passes de Douglas e abrem mais espaço para as infiltrações de Elias e André Santos. A saber o que se passa na cabeça de Mano Menezes.

O Cara

Ronaldo mostrou mais uma vez que é o cara. Jogou quase o jogo todo, teve duas chances claras de gol e guardou uma, além de mais algumas boas jogadas. São dois gols em três jogos, com pouco mais de 130 minutos em campo. É um bom começo, sem dúvida.

Mano Menezes acena com a possibilidade de poupar o craque do jogo contra o Santo André, no domingo. Não entendo nada dessas coisas de recuperação física, mas confesso que queria que o cara jogasse, até porque pretendo ir ao glorioso Bruno Daniel, ali na Grande Mauá. Mas considerando que depois do Ramalhão vem o Santos, a prioridade é que o Gordo jogue dia 22. Seja agora ou no próximo domingo, espero ver logo a dupla Dentinho e Dentão em ação por um período maior. Vai dar samba.

12 comentários:

Marcão disse...

Dentinho e Dentão é foda. Eu até quis ouvir o jogo (ou qualquer outro), mas a pilha do radinho arriou. Aí desencanei, fui ler e ouvir música. Mas, como já disse, o apartamento fica a menos de 1 quilômetro do Pacaembu. Já era quase 11 e meia ou coisa parecida quando eu ouvi a explosão da torcida - dessa vez sem delay, pois estava sem rádio. Imaginei que alguma coisa muito importante havia acontecido. E foi mesmo: gol de Ronaldo Gordômeno, gol da virada, gol da vitória. É o cara, mesmo.

Maurício disse...

Dentinho e Dentão, sensacional.

Maurício disse...

Aliás, Marcão, sua senhoria tem se dedicado muito a não ver jogos.

Pronto, provoquei.

Glauco disse...

Parafraseando um leitor do Futepoca, acho que vi outro jogo. O Corinthians não foi superior ao São Caetano no primeiro tempo e, quando teve vantagem, como sempre faz, recuou. E a partida ficou chata e modorrenta, sem chances de nenhum lado.

E Dentinho e Dentão é velha... Onde vocês estavam? No bar?

Nicolau disse...

O Glauco tem razão, o Corinthians recuou mesmo no meio do segundo tempo, comportamento coroado com a troca de Ronaldo por Escudero. Mano Menezes gosta de viver perigosamente demnais pro meu gosto. O argentino, inclusive, merece um destaque pelo cartão amarelo que levou em dois minutos em campo, o sexto em seis partidas. Ridículo.

Marcão disse...

Pois é, De Marcelo. Essa apatia com o futebol, já relatada em artigo para o site Papo de Homem, até que passou um pouco, pois, às vezes, tenho vontade de ver ou ouvir uma partida. Mas tem vários fatores que impedem, a saber:

1) Não tem televisão onde eu moro;

2) Domingo é o único dia que eu passo com minha filha mais nova, e nos parques, feiras e outros passeios que fazemos nunca tem televisão por perto - e eu nem teria como ficar ali assistindo(pois a menina reivindica, com razão, toda a minha atenção);

3) Quarta e quinta-feira até poderia acontecer, mas geralmente estou mais ocupado com elas (as loiras geladas e/ou as loiras e morenas de carne e osso). Difícil abrir mão dessas coisas pra ver o (sofrível) futebol que aí se apresenta;

4) Os bares que frequento geralmente não têm televisão e, quando têm, ou estou num local barulhento e com gente na frente, ou a TV é minúscula e está muito distante, ou então o papo e a bebedeira são mais interessantes (isso é o que mais ocorre);

5) Meu radinho de camelô está sem pilha nova e nunca me lembro de comprar. Vou ver se faço isso e diminuo o intervalo entre assistir uma partida e outra, que deve estar beirando um mês...

Anselmo disse...

rapaz, qta pressão sobre o cidadão! deixa o cara sem assistir os jogos. O melhor é comentar sem ver mesmo, ué?

por exemplo, só vi os spots de Ronaldo, mas acho que o São Caetano só não mereceu vencer, porque é o São Caetano, um time que serve pra dar emoção aos jogos, não pra ganhar.

Agora, a Globo faz questão do título do Paulista pro Corinthians.

Glauco disse...

Pressão desnecessária. Explicações idem.

Maurício disse...

Ora, e agora o cidadão não pode nem provocar o outro cidadão?

Deixa o homem provocar...

Nicolau disse...

Sem teoria da conspiração, Anselmo...

Fabricio disse...

Não acho uma boa deixá-lo de fora do jogo contra o Santo André. Na verdade, esse jogo não vai ser nada fácil. O Santo André tá louco pra entrar no G4 (deve sair hoje com as prováveis vitórias de Santos e São Paulo - pronto sequei!).

Aliás, essas duas rodadas prometem muitas emoções. Com derrotas em casa nete final de semana e na partida a menos que acontece semana que vem, e com vitória do corinthians sobre o Santo André, o Palmeiras pode perder a liderança pela primeira vez para o rival.
Mas, com derrota do corinthians para Santo André e no clássico contra o Santos em seguida, pode fazer o contrário, tirar o time do G4.

É esperar pra ver!

Renato Godoy disse...

Nicolau, estou de pleno acordo. É hora da dupla Dentinho e Dentão entrar em ação, com o perdão da rima pobre. Não só pelo fato de o jovem do Terrão ter talento, mas para que Jorge Henrique ocupe o lugar que lhe é de direito: o banco de reservas.