Destaques

segunda-feira, junho 16, 2008

Dunga empata com Luxemburgo

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook


Matéria publicada no portal Uol lembrou uma coincidência interessante: a campanha do Brasil até agora nas eliminatórias para a Copa de 2010 se equivale à feita por Vanderlei Luxemburgo nos jogos classificatórios para 2002.

A ordem dos jogos foi exatamente a mesma, com os mesmos mandos. Nas partidas disputadas em 2000, a seleção obteve os seguintes resultados:

Colômbia 0 X 0 Brasil
Brasil 3 X 2 Equador
Peru 0 X 1 Brasil
Brasil 1 X 1 Uruguai
Paraguai 2 X 1 Brasil

Já na Era Dunga:

Colômbia 0 X 0 Brasil
Brasil 5 X 0 Equador
Peru 1 X 1 Brasil
Brasil 2 X 1 Uruguai
Paraguai 2 X 0 Brasil

O aproveitamento dos dois é o mesmo, oito pontos em 15 disputados. No "desempate", Dunga vence o "gênio" no saldo de gols: a equipe de Luxa fez seis gols e tomou cinco. Já a atual equipe marcou oito e sofreu quatro. E se ontem o Brasil entrou com três volantes, em 2000 não foi diferente. O time era Dida; Cafu, Edmílson, Roque Júnior e Roberto Carlos; César Sampaio, Flávio Conceição, Zé Roberto (Vampeta) e Rivaldo; Djalminha (Marques) e França (Guilherme). Lembremos que Zé Roberto jogava como segundo volante, e depois foi substituído por Vampeta.

Na partida seguinte à derrota para o Paraguai, o Brasil de Luxemburgo derrotou a Argentina por 3 a 1, talvez a única apresentação decente da seleção sob seu comando contra um adversário de nível, já que o Brasil sapecou potências como Tailândia, País de Gales, Nova Zelândia e Arábia Saudita. Luxa acabou caindo após a derrota nas Olimpíadas, sendo substituído pelo interino Candinho.

Já Dunga tem a chance de se recuperar contra um adversário que tem lhe dado sorte. Em 2006, conseguiu sua primeira vitória à frente do Brasil com um 3 a 0, e conquistou seu primeiro título oficial, na Copa América do ano passado, com outro 3 a 0 sobre os portenhos. Os argentinos continuarão salvando o ex-volante?

PS: se for pra tirar o Dunga, que não me tragam o Luxemburgo.

17 comentários:

fredi disse...

Concordo em gênero, número e grau.

Além do Fora, Dunga, vamos lançar a campanha Murici é seleção...

Além de o Brasil melhorar, a gente ainda manda o Geninho para o time dos "bambi", o que vcs acham?

É muita praga?

Rafael Evangelista disse...

ahahah, quando li o título pensei: certeza que esse post é do glauco. batata! no fã clube do luxa o glauco é sócio número 2 (o 1 é claro que é o próprio VL)

muricy na seleção!

thalita disse...

pragueja contra meu time e comenta a seleção, que é o que te resta, Frédi. Porque escrever sobre teu time não tá rolando, né? A não ser quando ganha do Ipatinga.

Anselmo disse...

a parte do geninho é com o botafogo. a parte do muricy seleção, pode ser uma boa.

fredi disse...

Thalita, vc não acha o Geninho uma grande opção para o sampaulo? (rs)

Sem (xi)liquinho (isso é coisa de bambi), quero apenas o melhor para o Brasil. (rs, novamente)

Glauco disse...

Ô, Rafael, preciso manter minha linha editorial. Dados assim tem que ser públicos, rs.

"Quero apenas o melhor para o Brasil", Fredi, seu sentimento patriótico me comoveu...

Marcão disse...

Meu sentimento "patriótico" é: dane-se a seleção, deixem o técnico - e os jogadores - do meu time em paz!

Nicolau disse...

Sem onda com os sãopaulinos, o Muricy pode ser uma boa opção para a Seleção. Afinal, quem são os grandes ténicos hoje? Luxemburgo não é uma boa, Felipão não vai largar acabou de fechar com o Chelsea, Parreira Deus me livre. Quem mais tem? Talvez o Autuori? Alguém defende um técnico estrangeiro para o cargo?

Benedito disse...

De todos esses técnicos, o único que pode devolver à seleção o futebol que os brasileiros admiram e o mundou aprendeu a elogiar (futebol com arte e vencedor), o único é o Luxemburgo. Muricy é um grande técnico porque às vezes vence. Mas tem padrão de jogo retrancado, feio, com chuveirinho na área. Vence mas não agrada. Deixe-o no time do Morumbi. Por isso: Luxa na seleção!!

bruna disse...

Que não tragam Luxemburgo!
topo sim a troca de links..
o de vocês coloquei lá no meu...
:) e vamos enfrentar a Argentina agora.
Até

Marcão disse...

E o Nelsinho Batista? Não é melhor que o Dunga?

Anselmo disse...

1) luxemburgo joga com 3 volantes com frequencia.
2) com 3 volantes,o palmeiras goleou o boca juniors há mtos anos (6 a 1, em 1994).
3) ele continua fazendo isso.
4) meu palmeiras, sob luxemburgo, continua a não jogar futebol arte. embora seja incomparavelmente melhor do que era com caio junior (tbem pq tem mais jogadores de qualidade melhor do que tinha o millhouse). Jogar com dois meias a maior parte dos jogos e dois laterais com poder ofensivo é bom. não necessariamente arte.
5) luxemburgo, num clube, parece atuar com interesses extrafutebolístico, pede contratações estranhas que não dão certo e é acusado de ter participação nessas transações. Esse é, me parece, uma grande parte da birra do glauco com o treinador. Na seleção, ele levaria isso ainda mais longe? Claro que os episódios Sony Anderson/Afonso indicam que, se Luxemburgo realmente representa esse risco, ele não tem monopólio. Pelo menos em gerar polêmica
6) o benedito tem razão: Muricy não joga pra frente. Mas ele monta times com as peças que tem. Sei lá se poria pra frente o time tendo bons meias.

Nicolau disse...

A questão do Muricy é que a gente só viu de verdade ele no São Paulo, com essas peças. Conversando com um colega aqui do trabalho, ele lembrou que o time do Inter Campeão do Mundo teve a base montada por ele. Aquele time tinha um jogo mais interessante que o São Paulo. Talvez com outras peças ele mudasse de novo o estilo. Sobre o Luxemburgo, mesmo se considerarmos que a questão ética estaria nivelada por baixo entre os treinadores, o que não sei se é verdade, o ego dele atrapalha demais, não vejo futuro. O que é uma pena, porque já montou times que jogaram muito bonito. A Seleção deveria ter um ténico criativo, que adapta o esquema de jogo aos melhores jogadores que tem, sempre privilegiando o ataque e a habilidade.Luxa fez isso em 1996 no Palmeiras, em 1998 no Corinthians e em 2003 no Cruzeiro, sempre com bons elencos. Em tese, deveria funcionar na Seleção. Mas eu acho que não vira.

Glauco disse...

Peraí, mas se o Luxemburgo é a solução pra resgatar o futebol-arte, por que não fez isso quando foi técnico de seleção?

Só pra lembrar o que ele fez, nas Olimpíadas perdeu pra Camarões com dois jogadores a mais na morte súbita. conseguiu a façanha de perder pra fraquíssima África do Sul na primeira fase e penou pra ganhar pela contagem mínima do Japão.

A seleção, que havia perdido só uma vez nas eliminatórias, perdeu daus vezes com Luxa, 2 a 1 pro Paraguai e 3 a 0 pro Chile. Esse cara vai resgatar o futebol-arte?

Benedito disse...

Glauco, meu caro, entre os técnicos disponíveis, o único que tem o perfil de fazer seus times jogarem com toque de bola mais próximo do refinamento é o Luxemburgo. Digo isso por aquilo que ele faz e fez nos times que treina. Santistas, corintianos, palmeirenses e cruzeirenses sabem muito bem disso. Eu gostaria de torcer novamente com gosto pela verde-amarela. Mas nesse ponto, estou com o Marcão. Ele e eu não estamos nem aí pra esse selecionado. Quanto ao que Luxa e outros técnicos poderão conquistar com a seleção, aí só com bola de cristal.

DArcio disse...

Glauco, você merece uma garrafa da melhor cachaça tipo exportação. Luxemburgo na seleção não...

Como vc quer a sua pinga?

Anônimo disse...

Cínico e mentiroso