Destaques

sexta-feira, outubro 24, 2008

Banida, Rebeca Gusmão troca natação por futebol

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

É incrível, mas é verdade. Ainda esperançosa em reverter a punição imposta pela Federação Internacional de Natação, que a baniu da modalidade, a ex-medalhista Rebeca Gusmão vai agora tentar a sorte no futebol feminino. Ela já vem treinando entre universitárias e vai disputar a Liga Nacional pelo time brasiliense Ascoop.
Rebeca GusmãoA moça cursa Educação Física na Uniceub, onde defende o time de futsal. Mesmo sem ter estreado profissionalmente, ela já apresenta uma contusão de boleiro: uma fratura na tíbia por estresse a impediu de iniciar os treinos no seu novo clube, que só devem iniciar na semana que vem.
Rebeca não receberá remuneração no período em que atuar e o presidente do clube já definiu seu estilo: centroavante trombador. "A Rebeca é muito forte, é atacante, e vamos trabalhar muito para transformá-la em um Adriano, para que ela use a força e o talento na hora de fazer os gols", declarou Arnaldo Freire ao Uol . Então tá.

Mesmo integrada ao ludopédio, ela ainda espera reverter o banimento na Corte Arbitral do Esporte, em julgamento que deve ocorrer até o final do ano. Para quem não lembra, Rebeca foi flagrada duas vezes em exames antidoping que acusaram o uso de testosterona. Uma vez no Troféu Brasil de Natação, em 2006, e depois nos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007.

5 comentários:

Sérgio Ricardo de Freitas disse...

Hormônios ??? Sei lá !!

Sérgio Ricardo de Freitas disse...

Tudo sobre o caso Rebeca Gusmão.

Anselmo disse...

Nos meus tempos de zagueiro, eu não teria competência para marcar.

Andei vendo imagens dela fazendo petequinha com a bola e posso dizer: ela joga mais do que os marmanjos do futepoca (tirando a Thalita, claro).

mas isso remonta aos atletas olímpicos que disputavam em mais de um esporte as olimpíadas modernas (alguns ganhavam).

Marcão disse...

O doping dos marmanjos dos Futepoca é com cerveja...

budu garcia disse...

Eu não quero estar perto quando ela disser: "agora é a minha vez"!