Destaques

segunda-feira, novembro 24, 2008

O lateral com malabarismo

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

A seleção brasileira feminina de futebol sub-20 (sim, isso existe) está no Chile disputando o Mundial da categoria. Ao fim da segunda rodada, o Brasil já está classificado para as quartas-de-final, depois de ter vencido a Coréia do Norte, atuais campeãs, e o México.

O que já chama a atenção nesse time são os laterais de ataque cobrados no lado esquerdo do campo. A lateral Leah (uma brasileira que viveu dos 2 anos de idade até esse ano nos EUA e ainda está aprendendo a falar português) inventou uma maneira de jogar a bola dentro da área com força, coisa que, se já é difícil para homens, imagina para mulheres.



Ela simplesmente faz uma acrobacia (que na ginástica se chama - ou se chamava na minha época - reversão) apoiando a bola no chão para pegar impulso e jogar a bola com força. Muito criativo. A moça diz que o pai a ajudou a treinar a tática, aproveitando seu treinos de ginástica olímpica da infância.

E a jogada não começou a ser usada agora, no Sulamericano ela já fazia a mesma jogada. E, o que é mais incrível, ela cria mesmo uma chance de gol com isso. Adorei.

6 comentários:

Glauco disse...

"Reversão"? Thalita é cultura...

Nicolau disse...

Interessante a jogada, especialmente porque não me lembro de nenhum lateral cobrado direto na área que resultasse em gol.

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=vvTS2wmnt3A

Tem o Delap na Inglaterra

Marcão disse...

Eu já vi jogador fazer isso, mas não me lembro quando. Acho que foi na segunda ou terceira divisão paulista. Deu repercussão no Globo Esporte.

fredi disse...

Tinha visto no primeiro jogo desse mundial e realmente foi o que me chamou mais a atenção.

Pensei que já havia visto tudo no futebol, mas ainda me surpreendo.

Ainda bem que não postei antes porque senão nunca iria saber o nome desse movimento na ginástica. Valeu, Thalita.

Anselmo disse...

O fato de uma técnica de cobrança de lateral ser chamada de "reversão" é um trocadalho?

levando em conta que, na final do mundial sub-17 teve até gol de lateral (não achei o vídeo), só posso dizer: grande Leah.